• Posts
  • Materiais
  • Artigos
  • Cases
  • Tutoriais
Políticas públicas

Como seu candidato pretende melhorar a educação brasileira?

Embora poupem tempo, as tecnologias educacionais tendem a serem consideradas pouco efetivas para os profissionais da educação porque não resolvem os principais desafios das escolas. Isso é constatado em análise realizada pelo portal norte americano EdSurge, que destaca que os grandes dramas vividos pela educação, como evasão escolar, déficit de aprendizagem, infraestrutura, entre outros, são considerados problemas estruturais e não são resolvidos por soluções altamente tecnológicas apresentadas no mercado edtech. Quais seriam então os caminhos para encontrar essa solução?

Encontramos alguns. Um exemplo dado pelo EdSurge, por exemplo, é o de uma startup que fornece contos de não ficção extremamente interessantes e inéditos para os professores, com o objetivo de sanar uma dificuldade pontual e rotineira desses profissionais: fornecer aos alunos leituras relevantes. Ou mesmo o Prova Fácil, que economiza o tempo dos professores com a correção rápida de provas objetivas através de smartphones.

Já a outra solução passa pela participação política e garantia de candidatura de um presidente comprometido com a causa da educação. E aqui é uma responsabilidade nossa.  

Estamos oficialmente em período eleitoral, o que significa que você já está sendo atingido por publicidade de vários candidatos por todos os lados. E o que eles estão propondo para educação, você sabe?

O QUE PRECISAMOS

A ong Todos pela Educação apresentou um plano estratégico suprapartidário para a área de Educação aos candidatos à Presidência, a fim de apresentar a eles a complexidade do setor. São 7 prioridades divididas em três grandes dimensões: dentro da escola; no sistema educacional; fatores extraescolares.

DENTRO DA SALA

  1. PROFESSOR: CARREIRA E FORMAÇÃO: Desenvolvimento de política nacional de valorização e desenvolvimento profissional docente
  2. ALFABETIZAÇÃO JÁ: NENHUM ALUNO PARA TRÁS: Aprimorar a Política Nacional de Alfabetização
  3. EFETIVAÇÃO DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: Homologação da BNCC para Ensino Infantil e Fundamental  
  4. NOVO MODELO DE ENSINO MÉDIO: Aprimorar política de expansão da jornada e apoio à reorganização por parte dos Estado
  5. NO SISTEMA
  6. GOVERNANÇA E GESTÃO DAS REDES:  Criação de um Sistema Nacional de Educação para regras de governança e melhorias da gestão
  7. FINANCIAMENTO: Alterações legais no Fundeb para que os mecanismos de financiamento sejam mais eficientes, redistributivos e indutores da qualidade
  8. FATORES EXTRAESCOLARES
  9. PRIMEIRA INFÂNCIA: UMA AGENDA INTERSETORIAL: Instituir política nacional de desenvolvimento de crianças de 0 a 6 anos por meio de ações para saúde, educação, assistência social, cultura e esporte


PROPOSTAS CANDIDATOS A GOVERNO PARA EDUCAÇÃO

Destacamos as propostas dos candidatos em intenções de votos para apresentar um pouco mais das propostas deles para educação. Eles serão apresentados por ordem alfabética:

Ciro Gomes (PDT): Ações de combate à evasão escolar, programa de assistência focado na Primeira Infância, conclusão do ensino integral em creches públicas e Bolsa Ensino Médio (remuneração mensal a alunos com frequência mínima). Promete priorizar carreiras de 40 horas para valorização do professor e negociação do financiamento privado em instituições públicas. Pretende repensar a elaboração de um novo plano de financiamento de políticas públicas que inclui aumento de recursos para municípios com desempenho baixo e prova nacional para seleção de professores.

Geraldo Alckmin (PSDB): A área de educação é integrada a programas sociais, prevendo a meta de crescer 50 pontos no PISA em oito anos, ampliação do acesso à educação por idosos e valorização dos professores.

Jair Bolsonaro (PSL): Promete Educação a Distância para áreas rurais, combate à violência contra professores, investimento em parcerias público-privadas e colaboração com instituições da Ásia. Tem propostas relativas a mudanças no método de ensino com mais matemática, português e ciências, promete “expurgar a ideologia de Paulo Freire”, mudando a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a participação das Forças Armadas na diretoria das instituições

João Amoêdo (Novo): Pretende dar prioridade à Educação Básica nos recursos federais, expansão do acesso ao ensino infantil e creches. Programa de bolsas em escolas particulares para alunos do ensino público e ampliação do ensino médio-técnico.

Lula (PT): Revogar a reforma do ensino médio e retomada dos recursos dos royalties do petróleo e do Fundo Social do Pré-Sal. Promete destinar 10% do PIB em educação e ampliar os recursos para educação do campo, indígena e quilombola. Tem foco na concretização das metas do PNE e propõe criar programa de inclusão digital no ensino fundamental. Promete programa de combate à violência nas escolas e prova nacional para ingresso na carreira docente.

Marina Silva (REDE): Promete ampliação da oferta de creches para crianças de 0 a 3 anos e universalização da educação infantil em cumprimento às metas do PNE. Pretende também apoiar os Estados e Municípios na implementação da Base Nacional Comum Curricular.

Como escolher um candidato?

Não existe receita de bolo! O caminho não é fácil e implica em muitas variáveis do que é importante para você ao escolher o seu representante. Se a causa da educação é importante para você, nossa dica é para que pesquise bem as propostas dos seus candidatos e como eles historicamente se relacionam com a pauta de educação. Compartilhe conosco suas pesquisas e responda nossa enquete nos comentários: Qual proposta de educação você levaria ao futuro presidente do país?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais

17 de dezembro de 2018

O que são e para que servem as Diretrizes Curriculares Nacionais?

O sistema de ensino conta com várias regras a serem seguidas. Uma delas são as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), normas da Educação Básica que embasam o planejamento curricular das escolas….

Políticas públicas
4 de dezembro de 2018

Entenda como as mudanças na BNCC impactam o vestibular

Em abril de 2018, o Ministério da Educação (MEC) apresentou a versão final da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), uma proposta polêmica e que influencia toda a Educação Básica. O…

VER MAIS POSTAGENS

Pesquisa

MAIS LIDAS

Como seu candidato pretende melhorar a educação brasileira?Veja como economizar recursos usando o Prova FácilAntes e depois: quem é o professor moderno da educação 3.0?[GUIA] 32 ferramentas gratuitas valiosas para avaliações onlineComo levar o Prova Fácil para sua instituição?Como nossos clientes adotam o Prova Fácil Avaliações para o EAD

As melhores soluções para gerenciar as suas avaliações

SIGA-NOS