• Posts
  • Materiais
  • Artigos
  • Cases
  • Tutoriais
Correção de Provas

3 dicas para o professor se modernizar em 2016

Se você ainda pensa na educação com a mesma cabeça que tinha na década de 1980, então é preciso ouvir umas verdades: a área mudou e é preciso correr atrás das novidades, procurar entender como funciona a carreira e os alunos neste século XXI e passar por uma reformulação geral. No artigo de hoje elencamos três dicas importantíssimas que vão te dar um norte de onde seguir em pleno 2016 e ficar atento às novidades – que surgem cada vez mais rapidamente.

 

É hora de modernizar e se atualizar! Boa leitura.

MOOC

Busque uma especialização gratuita e de ótima qualidade

 

Se você pensa que é preciso investir uma fortuna em um curso de especialização para que você tenha seu currículo valorizado, temos uma informação importante para você: isso não é bem verdade. É claro que existem grandes instituições renomadas que oferecem cursos de especialização voltados para uma área específica e cobram caro por isso. No entanto, há uma alternativa de excelente qualidade e de graça: os MOOCs.

 

Imagine apresentar, em uma entrevista de emprego, um certificado de curso ministrado pela Universidade de Harvard, Stanford ou do MIT. Um ponto a mais, certo? E se dissermos que essas mesmas universidades disponibilizam, via internet, cursos completos de determinadas áreas específicas, ministradas por professores renomados e que podem ser feitos por qualquer pessoa, em qualquer lugar do planeta e… de graça? Os MOOCs (sigla em inglês para Massive Online Open Course, algo como Curso Online Aberto e Massivo) surgiram há menos de dez anos como experiência em algumas instituições de ensino e têm se tornado uma tendência na educação.

A vantagem principal é que um mesmo curso pode atingir milhares de pessoas de uma só vez, o que colabora para a disseminação do ensino de qualidade pelo mundo. Além de gratuito, muitos deles disponibilizam certificados (e o aluno cumprir todas as etapas do processo), o que pode ser agregado às suas experiências em um currículo, por exemplo. Outra utilidade é que há uma enorme lista de temas que já viraram MOOCs: de história da arte à álgebra linear, você irá encontrar um tema que te interessa. Não sabe onde procurar um desses cursos? Algumas plataformas servem como agregadores de cursos e mostram onde eles estão.  Confira três exemplos:

  • Coursera: Criada por professores da Universidade de Stanford, na Califórnia, Estados Unidos, reúne em um só site 1.477 cursos de 135 instituições parceiras. Ao todo, a ferramenta calcula ter formado mais de 16 milhões de aprendizes.
  • Veduca: é uma plataforma brasileira que conta com mais de 800 mil estudantes cadastrados. Ela agrega cursos online das melhores instituições de ensino do Brasil, como a Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Brasília (UnB) e a Universidade de Campinas (Unicamp) e também de universidades das mais renomadas em todo o mundo, como a Massachussets Institute of Technology (MIT) e a Universidade de Harvard. Alguns cursos, inclusive, oferecem certificados para os estudantes que realizarem todas as etapas do processo de ensino.
  • Udacity: foi criado após um experimento feito por professores da Universidade de Stanford. Os cursos são definidos por temas e nível de dificuldade (iniciante, intermediário e avançado). Um diferencial é que os vídeos são permeados por perguntas e respostas no estilo “quiz”, para que o conteúdo seja mais bem fixado pelos estudantes.

Invista em aplicativos e ferramentas úteis para seu trabalho

 

Com a popularização da internet e dos smartphones (dados do fim do ano passado mostram que ao menos 76,1 milhões de brasileiros são adeptos desses dispositivos), diversas empresas se especializaram em criar aplicativos que ajudam – e muito – nas atividades cotidianas dos professores, alunos ou gestores de instituições de ensino. É claro que, nesse mar de variedades, é preciso buscar indicações com colegas e outras pessoas da área sobre quais os melhores e suas utilidades. Destacamos três deles que pode fazer diferença na sua rotina e dar alívio nas tarefas burocráticas.

 

  1. O Prova Fácil é uma ferramenta criada pela Starline, uma empresa de tecnologia voltada para a educação, e que serve para corrigir provas de múltipla escolha de forma automática. Isso significa que você não vai mais precisar gastar dias de trabalho apenas para comparar as folhas de respostas de provas e simulados de seus alunos com o gabarito já preenchido por você. Em minutos é possível ter acesso à nota do estudante, bem como a um relatório com todo o histórico de seus resultados. É usado por mais de mil professores em todo o país.
  2. O Replay4me é uma plataforma de conteúdo gerado a partir dos próprios professores. Em poucos passos você grava o conteúdo da sua aula, transforma em digital, organiza e compartilha com seus alunos ou outros professores. Uma novidade é que você pedir um feedback a eles e, a partir daí, fazer uma avaliação do próprio trabalho.
  3. Studay: com essa plataforma, você pode disponibilizar (e vender) algum material que tenha elaborado para dar aulas de um determinado assunto. Ao mesmo tempo, pode comprar de outro professor, um conteúdo elaborado por ele que possa ser útil em uma determinada matéria.

 

Ao optar por usar a tecnologia a seu favor, você verá que essas novidades não estão tomando o lugar do professor mas, ao contrário, existem para criar novas possibilidades, amenizar um trabalho que gasta tempo desnecessário e ampliar os horizontes.

videoaulas
Explore novas possibilidades com as aulas em vídeo

Um mercado que tem crescido bastante na área da educação é o de produção de vídeos por professores. E isso não é uma coincidência, mas uma tendência. Um relatório elaborado pela empresa Ooyala no ano passado, revela que no último trimestre de 2014, o consumo de vídeos via smartphones e tablets já respondia por cerca de um terço do total. Esse percentual era duas vezes maior que o de um ano antes e cinco vezes o de 2012, o que mostra uma tendência gradual de que esses dispositivos serão, em breve, os maiores consumidores de vídeos.

A vantagem de se ver um vídeo por smartphone ou tablet é que você pode acessá-lo de qualquer lugar, basta ter um bom pacote de dados ou utilizar o wi-fi de algum estabelecimento. Isso vai de encontro a uma das tendências do comportamento global de consumo, o chamado “on demand”, ou seja, “sob demanda”, respeitando o tempo e a disponibilidade do espectador.

 

No caso do ensino, em alguns casos, os docentes largaram a carreira tradicional, dentro de sala de aula, e mergulharam de vez nas telinhas, gravando vídeo-aulas com um determinado tema por vez e respondendo as dúvidas dos alunos nas caixas de comentários. Outros têm usado o recurso como conteúdo complementar ao utilizado dentro de classe. Algumas vantagens das vídeo-aulas:

  • Proximidade: ao falar de maneira mais informal, o professor fica mais próximo do aluno.
  • Feedback: os alunos têm mais liberdade em opinar sobre temas de novos vídeos e podem avaliá-los no próprio canal do Youtube.
  • Alcance: enquanto, em uma aula, o professor fala para no máximo 50 alunos, os vídeos ficam disponíveis por tempo indeterminado e podem atingir milhares de usuários de uma só vez. Alguns canais de professores no Youtube chegam a ter até 200 mil pessoas cadastradas. Ou seja, seguidores fieis.

BANNERBLOG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais

17 de dezembro de 2018

O que são e para que servem as Diretrizes Curriculares Nacionais?

O sistema de ensino conta com várias regras a serem seguidas. Uma delas são as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), normas da Educação Básica que embasam o planejamento curricular das escolas….

Políticas públicas
4 de dezembro de 2018

Entenda como as mudanças na BNCC impactam o vestibular

Em abril de 2018, o Ministério da Educação (MEC) apresentou a versão final da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), uma proposta polêmica e que influencia toda a Educação Básica. O…

VER MAIS POSTAGENS

Pesquisa

MAIS LIDAS

Como seu candidato pretende melhorar a educação brasileira?Veja como economizar recursos usando o Prova Fácil[GUIA] 32 ferramentas gratuitas valiosas para avaliações onlineAntes e depois: quem é o professor moderno da educação 3.0?Como nossos clientes adotam o Prova Fácil Avaliações para o EADComo levar o Prova Fácil para sua instituição?

As melhores soluções para gerenciar as suas avaliações

SIGA-NOS